sexta-feira, 28 de junho de 2013

Etiqueta: Vernissage, inauguração, degustação e coquetel

Sabemos que para cada evento, espera-se um tipo de comportamento social. Algo parecido com a lei de ação e reação...penso, logo existo, queijo e goiabada, assim por diante!

Vamos conhecer um pouco de cada evento?

Vernissage


Trata-se de uma recepção que precede a abertura de uma exposição de quadros. A exposição pode ser acompanhada da venda dos quadros expostos ou somente apresentar o(s) artista(s).

Se houver somente a exposição, ao chegar na galeria cumprimente o anfitrião (sempre) e depois os demais convidados conhecidos. 

Sugestão
Roupas para o evento:
Seja discreto, afinal, quem deve aparecer são os artistas. Este evento pede roupas sóbrias, relativamente comuns para um coquetel ou semelhante. Para o artista, vale tudo - o importante é imprimir sua personalidade e estar de acordo com a (in)formalidade do evento.
Um blazer masculino, um visual moderno e casual que demonstre respeito sem ser pomposo. Mulheres, idem - elegância com discrição, prefira somente uma carteira ou bolsa pequena. Se tiver tempo, (lição de casa) uma pequena pesquisa sobre o histórico do artista pode contribuir para elevar o nível das conversas!

Dicas:
- Não pergunte o significado do quadro, geralmente a exposição possui um "fio condutor" ou um tema por onde os temas das telas transitam. Observe os quadros de maneira respeitosa, comente em tom de voz baixo.

- Procure chegar um pouco depois do horário de abertura, uns 30min, se ocorrer algum atraso, pode ser deselegante ficar esperando a abertura na porta!

- Verifique se no convite ou folder há horário para o término e procure sair ao menos 15min antes - se não houver horário final, não permaneça mais de 2 horas, mesmo se estiver vazio e o artista precisar de apoio moral!

- Se os quadros estiverem à venda, solicite a compra discretamente e não comente os valores (isso é deselegante!). Valor acima do seu orçamento, seja direto: "O investimento está acima das minhas expectativas, muito obrigada". Simples assim.

- Se houver um coquetel, leia a seção "COQUETEL".





Inauguração


Segundo o dicionário: "Cerimônia com a qual se mostra, se apresenta pela primeira vez ao público uma obra, um monumento, uma instituição. Início de exercício; implantação."

Traduzindo, simbolicamente é um importante momento. O sonho realizado, materializado em um estabelecimento, obra, etc. Muitas vezes, a inauguração formaliza a abertura de portas do estabelecimento ao público. Uma maneira muito comum de fazer isso é por meio de uma reunião cujo porte varia de acordo com o investimento e status social do proprietário (ou da empresas), mas geralmente aguarda-se a chegada dos clientes com um coquetel, uma promoção ou algo que marque (mesmo que simbolicamente) o início das atividades.


Sugestões
Roupas para o evento:
O mais confortável possível, o discreto sempre é elegante! novamente o que deve "aparecer" é o produto, o proprietário, gerente, e não o convidado.

Dicas:
- Procure chegar na primeira hora, cumprimente os anfitriões, veja os produtos, sirva-se do coquetel (veja o item "COQUETEL" - não cometa GAFES), cumprimente seus conhecidos e desconhecidos.

- Se tiver intimidade com os proprietários, pode presenteá-los com um arranjo de flores, um vinho e um cartão parabenizando - isso já seria uma delicadeza da sua parte! Pode ser mais criativo também...

- Você não precisa comprar um apartamento na inauguração, mas se tratar-se de uma loja, pode adquirir algo  - afinal, parte do objetivo da inauguração é vender!.



Degustação


Novamente, a definição:
v.t. Avaliar o sabor de; provar.


Particularmente gosto desta definição pois evita algumas gafes! Degustar é provar para avaliar o sabor de algo. Geralmente o estabelecimento fecha para esta atividade, portanto, não espere que tenha disponível os mesmos produtos cotidianos, o foco são os objetos da degustação (vinho, queijo, carne, cerveja, café...) que são servidos em quantidades PEQUENAS!!! 

Dicas:
- Nunca (N.U.N.C.A.) se sirva, aguarde ser servido ou peça para o garçom.

- Não repita mais de duas vezes o consumo cada produto e faça-o com caráter apreciativo, comparativo, degustativo! Não se trata de aperitivo, coquetel, happy hour, "boca-livre" (por favor!).

- imagine se não gostar do queijo de cabra apimentado, ainda bem que a degustação é feita com um pedaço pequeno: provou, não gostou...ok! (um "golinho" de água e tudo resolvido)

- imagine agora, se gostar do produto degustado: compre-o ou assimile a ideia de pedir uma porção (ou garrafa, peça, etc.) na sua próxima visita ao estabelecimento. O objetivo é apresentar o produto para venda, lembra??

- na degustação não se demora, a prova é breve e em pé.

- Você não é obrigado a comprar, mas seja gentil com o anfitrião. Dê atenção à explicação do produto, leia a ficha técnica e aproveite para aprender!

-  Veja o item "COQUETEL" logo aqui abaixo...para evitar algumas (outras) gafes.


Enfim:


COQUETEL

  Significado:
Reunião social em que se servem bebidas aos convivas.

Uma das principais características desta reunião é seu caráter informal. O espaço é estudado para que as pessoas circulem e fiquem em pé, justamente por isso é de curta duração, umas 2 ou 3 horas no máximo. Algumas mesas são distribuídas no espaço para apoio de copos e decoração (flores, velas e arranjos). 

Não haverá refeição e eventualmente podem ser servidos alguns salgadinhos e/ou finger-food. Provavelmente seu jantar será num restaurante porque o objetivo do coquetel é prolongar o tempo de convivência dos convidados diante do evento (casamento, formatura, inauguração, lançamento, etc) e não "matar a sua fome"

 By the way...nenhum evento social com comida deve ser pra matar a fome! O que deve ser valorizado é a convivência, compartilhamento de momentos e alegrias - mesmo que no evento seja servido um jantar! (essa é pra pensar!)

Certa vez conversei com um Chef de Cozinha italiano que, inconformado, confidenciou sua admiração (negativa) com a quantidade de comida que é necessária para "saciar" os olhos e o estômago do brasileiro - desperdícios na certa!

Vamos às dicas?


- Roupas dependem do horário. A regra é: quanto mais tarde, mais refinado. 

- As cores das roupas devem ser claras durante o dia, discretas e sem brilhos. Para a noite, podem ser mais escuras com pontos focais (acessórios). 

- Coquetel é evento de adultos (sinto muito, arranje uma babá!). Crianças ficam impacientes, não haverá lugar para sentar e dificilmente ela comerá um canapé de salmão cru com cream cheese e ervas.

Sinais do final do evento:

- O ritmo dos garçons denota o estágio da recepção, mais lento = fim!
- Garçons recolhendo toalhas (essa era fácil!)
- Aumento na oferta de agua para os convidados
- Iluminação mais forte
- abertura do serviço de café na saída (essa é bem tradicional no Brasil: oferecer café para encerrar - você faz isso quase inconscientemente)
- Desligamento do ar condicionado: essa "despedida" é mais comum do que você imagina!
- Anfitrião bocejando.
 - Pronto, já dá pra ligar o "semancol" - vai pra casa!



e aí? 
o post te ajudou?



 
 




 














 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Este blog destina-se a fins educacionais. Cuidado com postagens de imagens e citações sem os devidos créditos aos autores.